Assim como uma criança

image_pdfimage_print

Texto: Mateus 18:1-5- NAQUELA mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus?2 – E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles,3 – E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.4 – Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.5 – E qualquer que receber em meu nome um menino, tal como este, a mim me recebe.

Início: Este fim de semana para nossa igreja(Siloé) não foi nada fácil, tivemos uma noticia que foi muito triste para todos nós, o falecimento do irmão Fernando(Ferps), vitima da Covid, depois de quase duas semanas internado com problemas respiratórios. Realmente temos que tomar cuidado, porque essa doença ainda está muito longe de ser vencida. Dentro de muitas manifestações de pesar pelo falecimento do Fernando, o Pr.Aldo, que também é psicanalista e que cuidou do Fernando por um tempo, disse algo que me impactou bastante: “O Fernando era uma criança em corpo de um homem”. E é este sentimento que eu tenho sobre o Fernando, uma pessoa que depois de convertido e de conhecer a Jesus, decidiu ser amigo do Senhor, e isto ele demonstrou através do relacionamento com seus amigos aqui nesta terra, sendo fiel aos seus amigos e relacionamento, não que fosse perfeito, mais apesar das dificuldades, sempre se apresentou como um filho de Deus(Jo.1:12- Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome).

Neste texto nós verificamos um episódio no ministério terreno de Jesus, quando os discípulos, que ainda não estavam entendendo os valores e princípios do reino dos céus, levados pela motivação errada, sendo acometidos por uma altivez, estavam questionando entre eles, de “Quem seria o maior no reino dos céus”, ou seja, ainda não tinham entendido o que Jesus estava lhes ensinando. Mas neste episódio vemos Jesus, sabendo da motivação errada dos discípulos, chama um menino e coloca no meio deles, e ai fala algo que os deixa, em apuros: Quem se tornar humilde como este menino, este será o maior no reino dos céus.

Eu entendo que esta conversa e ensinamento de Jesus já vinha de algum tempo, pois em outro episódio, dali a alguns dias, vemos os discípulos não deixando que crianças se aproximassem de Jesus, e foram repreendidos pelo Mestre(Mt.19:13- Trouxeram-lhe, então, alguns meninos, para que sobre eles pusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreendiam); mais Jesus aproveitou a oportunidade novamente, para ensinar-lhes mais verdades sobre o reino dos céus, não permitindo que aquela discriminação continuasse a acontecer(Mt.19:14- Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus). Então temos que entender de uma vez por todas, que a matemática do reino dos céus, 2+2 nem sempre será quatro, pois na bíblia esta escrito que “Aquele que se humilhar, será exaltado”, “Quem der, será dado”, assim funciona a matemática dos céus, bem diferente do que vemos aqui neste mundo.

Conclusão: O Fernando sempre foi e procurou ser amigo de Deus, e isto ele demonstrava através de uma vida intensa, falando e testemunhando o que Jesus fez em sua vida. A bíblia diz que “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, então que através do testemunho do Fernando, um jovem, que foi chamado por Deus, no auge dos seus 35 anos, nós possamos avaliar a nossa caminhada espiritual, para então, fazermos os ajustes necessários para que o poder de Deus, opere ainda mais em nossas vidas. Assim como o profeta Isaias levou a mensagem para o rei Ezequias: “Coloque em ordem a sua casa”, que possamos também a luz da Palavra de Deus, colocar a nossa vida no prumo de Deus, para experimentarmos a vida abundante que Ele tem para cada um de nós(Jo.10:10- O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância). Amém.  

Autor: Ap.Moiés Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *